Química

Caros alunos,

Estamos aqui para lembrar que todos vocês sempre terão capacidade de melhorar. Todo esforço é necessário para se obter o sucesso!

O conhecimento não é somente assimilar passivamente um saber, ele deve ser transformado, repensado, ter que adquirir novo significado e ser re-elaborado. Façamos isso em conjunto.

Sejam bem vindos a mais uma jornada rumo ao conhecimento, bem vindos ao Idesa.

Um feliz 2015 para todos!!!
Professora Luciana de Sá Nogueira.


Downloads






Desafios 2015



Os Íons no nosso organismo.

Os íons são muito importantes para o bom funcionamento do nosso organismo. Seu excesso ou carência pode causar problemas à nossa saúde.

Os íons encontrados em grande quantidade (concentrações) no nosso organismo são chamados de macroelementos. Abaixo temos algumas das funções desempenhadas por alguns desses íons e as suas consequências de sua falta ou excesso.

Na+: Cátion sódio

Em nosso organismo, atua no controle da pressão sanguínea e na propagação de impulsos nervosos.

Sua deficiência no organismo em geral ocorre por perda excessiva de líquido, decorrente principalmente de diarréias, doenças renais e uso inadequado de diuréticos, podendo causar letargia ("moleza"), fraqueza, redução da pressão arterial e até convulsões.

Ca+2: cátion cálcio

Além de formar ossos e dentes, o cálcio participa dos processos de coagulação, contração muscular, regulação de batimentos cardíacos e atuação de enzimas.

A deficiência de cálcio (hipocalcemia) pode provocar osteoporose, raquitismo, paralisia muscular total ou parcial e hipertensão arterial.

As cascas de ovos, limpas, secas (em forno ou sol) e reduzidas a pó, são uma excelente fonte de cálcio. Em algumas creches, mingaus e sopas são preparadas com este pó.

O excesso de cálcio (hipercalcemia) pode levar à perda da função renal, à formação de cálculos renais e a distúrbios psíquicos.

As principais fontes de cálcio são: queijo, vegetais de folhas verde-escuras, moluscos, sardinha e salmão.

Fe+2: cátion de ferro II ou ferroso

O metal ferro normalmente origina dois cátions: Fe+2 ou Fe+3. Embora o nosso organismo utilize somente o Fe+2, muitas vezes ingerimos ferro na forma de Fe+3. Quando o Fe+3 entra em contato com o suco gástrico, uma pequena parte dele poder ser transformada em Fe+2.

A quantidade de ferro em nosso organismo varia de 3 a 5g, e cerca de 75% desse total faz parte da hemoglobina presente nas hemácias, a qual é responsável pelo transporte de gás oxigênio (O2) no processo da respiração.

Faça a distribuição eletrônica por subníveis de energia, dos três íons citados no texto.

RESPOSTA
Fe+2 = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d6
Ca+2 = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6
Na+ = 1s2 2s2 2p6




A Química e a tatuagem!

A química como sempre presente não poderia estar distante das tatuagens, os elementos da família B são denominados elementos de transição, é a partir deles que surgem as tatuagens. Os elementos de transição possuem a propriedade de formar compostos coloridos, por isso são empregados para muitos fins.

A técnica utilizada nas tatuagens permanentes consiste em introduzir na derme com o auxilio de agulhas, pigmentos que ficam retidos nas células da pele. Os pigmentos mais comuns e suas cores especificas estão relacionados a seguir:

Óxido de Titânio - Branco
Óxido de Ferro - Castanho, Rosa e Amarelo
Sais de Crômio - Verde
Sais de Cádmio - Amarelo ou Vermelho
Sais de Cobalto - Azul
Sulfeto de mercúrio - Preto



Quais são as fórmulas de óxido de titânio, óxido de ferro e sulfeto de mercúrio? Calcule suas massas moleculares.

RESPOSTA
Sulfeto de mercúrio, HgS, 232g/mol
Óxido de ferro, FeO, 71g/mol
Óxido de Titânio, TiO2, 80g/mol





A química pode ser definida como a ciência que estuda a natureza da matéria, suas propriedades e transformações. Ela está presente em no nosso dia a dia, em todos os materiais que nos cerca, e em todos os seres vivos.

Abaixo temos alguns exemplos de substâncias químicas presentes em nossa vida!

C6H12O6
H2O2
C2H5OH
NaHCO3

Sobre as substâncias citadas acima, responda:
a) Escreva o nome químico de cada uma delas.
b) Quantos elementos formam cada substância e quantos átomos, respectivamente?

RESPOSTA

a) Glicose.
Peróxido de hidrogênio ou água oxigenada.
Etanol ou álcool etílico.
Bicarbonato de Sódio.

b) 3 elementos, 6 átomos de C, 12 átomos de H e 6 átomos de O.
2 elementos, 2 átomos de H e 2 átomos de O.
3 elementos, 2 átomos de C, 6 átomos de H e 1 átomos de O.
4 elementos, 1 átomos de Na, 1 átomos de H, 1 átomo de C e 3 átomos de O.




A QUÍMICA DA ÁGUA PURA

A água é a substância química mais abundante em nosso planeta. Ela cobre três quartos da superfície da terra. Mas apenas uma pequena parte desse volume é potável e está próxima aos centros urbanos. Sem a química, seria impossível assegurar à população o abastecimento de água. É através de processos químicos que a água imprópria ao consumo é transformada em água pura, límpida, sem contaminantes. O dióxido de cloro, por exemplo, é utilizado para oxidar detritos e destruir microorganismos. O cloreto de ferro e o sulfato de alumínio absorvem e precipitam a sujeira em suspensão, eliminando também cor, gosto e odores. O carbono ativo retém micropoluentes e detergentes. Soda e cal neutralizam a acidez da água. É a indústria química que fornece esses e outros produtos, permitindo ao homem continuar a usufruir de um elemento essencial à vida: água pura e saudável.

Texto retirado de: abiquim.org.br

Responda:
A) Qual o erro conceitual presente no texto acima?
B) Escreva as fórmulas de TODAS as substâncias químicas citadas no texto.


Respostas

A-)O erro conceitual presente no texto, é sobre a água "pura"!
Justificativa:
-Água pura, é também conhecida como água destilada, uma água isenta de minerais. Para obtê-la deve-se usar um destilador.
O certo de seria o texto usar o termo água potável, que é composta de diversos sais minerais.

B-)Água pura - H2O
Dióxido de Cloro- CLO2
Cloreto de Ferro- FeCl3 ou FeCl2( depende do tipo de íon ferro)
Sulfato de Alumínio- Al2(SO4)3
Carvão ativado- C
Soda- NaOH, conhecida como soda cáustica.
Cal- CaO